Saturday, March 30, 2013

Muffins hot-cross

English version

Hot cross muffins / Muffins hot cross

Estes muffins macios e deliciosos, perfumados com especiarias e úmidos por causa de uma calda de açúcar, são um jeito ótimo de evitar uma overdose de chocolate no feriado da Páscoa: eles são perfeitos para o café-da-manhã ou para o brunch e são rápidos de fazer, diferentemente de seus primos feitos com fermento biológico.

Muffins hot-cross
da sempre deliciosa Delicious - Australia

- xícara medidora de 240ml

Muffins:
135g de cranberries secas
1 xícara (150g) de passas claras
375g de farinha com fermento
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
2 colheres (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
2/3 xícara (160mll) de óleo de canola
1 xícara (250ml) de buttermilk*
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 ovos grandes
1 xícara (200g) de açúcar cristal

Calda e glacê:
2 colheres (sopa) de açúcar cristal
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro
1 colher (chá) de suco de limão siciliano ou tahiti

Pré-aqueça o forno a 200°C. Forre uma forma de muffins com 12 cavidades com forminhas de papel.
Junte as cranberries e as passas em uma tigelinha, cubra com água fervente e deixe por 10 minutos. Escorra bem e seque as frutas com papel toalha.
Em uma tigela grande, peneire juntos a farinha, o bicarbonato, o sal e as especiarias. Em uma outra tigela, bata ligeiramente com um garfo o óleo, o buttermilk, a baunilha, os ovos e o açúcar para misturá-los. Junte aos ingredientes secos e misture apenas para combinar – não misture demais ou os muffins ficarão duros. Incorpore gentilmente as frutinhas. Divida a massa entre as forminhas preparada e asse por 20-25 minutos ou até que cresçam e dourem (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 5 minutos e então transfira para a gradinha.
Calda: em uma panelinha, junte o açúcar cristal com 2 colheres (sopa) de água e leve ao fogo baixo, mexendo, até o açúcar dissolver. Pincele os muffins com esta calda.
Em uma tigelinha, peneire o açúcar de confeiteiro. Adicione o suco de limão e um pouquinho de água quente e misture até conseguir um glacê espesso. Com o auxílio de um saco de confeitar ou uma colher, faça as cruzes sobre os muffins. Sirva mornos ou em temperatura ambiente.

* para fazer 1 xícara de buttermilk: coloque 1 colher (sopa) de suco de limão em uma xícara medidora de 240ml, complete com leite integral em temperatura ambiente e aguarde 10-15 minutos para sorar; use todo o conteúdo da xícara na usa receita

Rend.: 12 unidades

Wednesday, March 27, 2013

Brownies de Toblerone para a Páscoa

English version

Toblerone brownies / Brownies de Toblerone

Uma das coisas das quais mais me lembro das idas ao supermercado com minha mãe na infância é o chocolate Toblerone: além de difícil de achar, era super caro – quem passou dos trinta deve lembrar – e por isso mesmo era um docinho que nunca comíamos. As coisas mudaram e agora encontro Toblerone em qualquer lugar e por alguns R$ apenas – talvez seja por isso que eu raramente lembro que o chocolate existe. :D Entretanto, comprei duas barras semana passada e elas foram transformadas nestes brownies deliciosos: eles são úmidos e quase cremosos – como todo brownie deveria ser – e os pedacinhos de nougat espalhados pela massa os tornam bem especiais; em minha humilde opinião estes brownies são um presente de Páscoa bem mais interessante do que ovos de chocolate comuns.

Brownies de Toblerone
um nadinha adaptados do lindo e delicioso Nigella Kitchen

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara (68g) de cacau em pó, sem adição de açúcar, peneirado
1 xícara (140g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
10 colheres (sopa) - 140g - de manteiga sem sal
1 ¾ xícaras (306g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
4 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 barras de Toblerone, 100g cada, picadas – usei um Toblerone ao leite e um amargo

Pré-aqueça o forno a 190°C; unte levemente com manteiga uma forma de 32,5x22,5cm, forre com papel alumínio deixando sobras em dois lados opostos, formando “alças” – unte o papel com manteiga também*.
Em uma tigela média misture o cacau, a farinha, o bicarbonato e o sal. Reserve.
Em uma panela média, derreta a manteiga em fogo brando. Junte o açúcar e, ainda em fogo baixo, misture com uma colher de pau para unir os ingredientes. Junte a mistura de farinha à panela e mexa para incorporar tudo – trata-se de uma mistura seca e não vai ficar muito homogênea neste estágio.
Retire a panela do fogo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte a baunilha. Espalhe a massa na forma preparada e cubra com os pedacinhos de Toblerone. Asse por cerca de 20 minutos ou até que o brownie pareça firme, escuro e seco na superfície, mas ainda esteja molinho por dentro – um palito inserido no centro do brownie deve sair com um tiquinho de massa ainda úmida.
Transfira a assadeira para uma gradinha e deixe esfriar completamente antes de cortar.
Os brownies podem ser preparados até 3 dias antes de servir e duram um total de 5 dias se guardados em um recipiente hermético.

* fiz exatamente a receita acima usando uma forma de 20x30cm

Rend.: 20 pedaços

Sunday, March 24, 2013

Bolo de iogurte e cardamomo

English version

Cardamom yogurt cake / Bolo de iogurte e cardamomo

Iogurte natural na geladeira quase vencendo e nenhuma idéia do que fazer com ele - isso geralmente acontece por aqui. Adoro bolos de iogurte porque sempre ficam macios e úmidos mas fizera o bolo de iogurte e canela da Heloísa Bacellar algumas semanas antes e o resultado foi um bolo doce demais e com uma textura meio borrachenta. Não gostei. Por isso, decidi recorrer a um livro que ainda não me decepcionou, e o bolo ficou delicioso, perfumado com cardamomo. Esta receita é ótima e tenho certeza de que vários outros sabores podem ser usados em vez do cardamomo: canela, noz-moscada, raspas de limão ou laranja... Delícia.

Bolo de iogurte e cardamomo
um nadinha adaptado do lindíssimo Cake (comprei o meu aqui)

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
250g de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (200g) de açúcar cristal
raspas da casca e suco de 1 laranja pequena
1 colher (chá) de cardamomo moído na hora
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 ovos grandes
225ml de iogurte natural integral
2 ½ xícaras (350g) de farinha de trigo
1 ½ colher (chá)s de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal

Glacê:
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
cerca de 1 colher (sopa) de iogurte natural integral

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte generosamente com manteiga uma forma de furo central (tipo Bundt) com capacidade para 10 xícaras de massa.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga até ficar cremosa. Junte o açúcar e bata até obter um creme claro e fofo. Acrescente as raspas e o suco de laranja, o cardamomo e a baunilha e bata para incorporar. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição e raspando as laterais da tigela. Junte o iogurte. Peneire a farinha, o fermento e o sal sobre a massa e incorpore com uma espátula.
Transfira a massa para a forma preparada e alise a superfície. Asse por 50-55 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 10 minutos. Desenforme com cuidado sobre a gradinha e deixe esfriar completamente.

Glacê: em uma tigelinha, bata o açúcar e o iogurte juntos até obter um glacê – se necessário, acrescente iogurte. Espalhe sobre o bolo já frio.

Rend.: 8-10 porções

Thursday, March 21, 2013

Colomba Pascal

English version

Colomba Pasquale / Colomba Pascal

Meu marido não é fã de doces – acho que o Universo sabe o que faz, não? :) – mas há algumas coisinhas das quais ele gosta, como panetone e colomba pascal. Entretanto, as versões industrializadas são tão cheias de essências artificiais que ele não as consome mais – ele diz que os panetones e as colombas de hoje não são mais aquelas de quando ele era mais jovem e que todos aqueles ingredientes artificiais lhe fazem mal ao estômago. Por isso, ele ficou animado com a minha colomba caseira, e depois de provar uma fatia fresquinha ele disse que estava deliciosa – como uma “colomba de verdade” – e que se sentiu absolutamente bem depois de comer. E esta receita ainda tem um bônus: não é necessária forma de papel para prepará-la.

O marido enjoadinho ter gostado da colomba pascal animou o final de semana, e ler que é provável que a produção da segunda temporada de “House of Cards” comece este mês foi a cereja do bolo. \0/

Colomba Pascal
um nadinha adaptada da sempre deliciosa e linda Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Esponja:
¾ xícara + ½ colher (sopa) (110g) de farinha de trigo
⅛ colher (chá) de fermento biológico seco
90ml de água, temperatura ambiente

Colomba:
1 ½ xícaras + 1 ½ colheres (sopa) - 225g - de farinha de trigo comum
¼ xícara + 1 colher (sopa) - 62g - de açúcar cristal
3 colheres (sopa) - 42g - de manteiga sem sal, amolecida
2 ovos grandes, inteiros
1 ovo grande, gema e clara separadas
2 colheres (chá) de fermento biológico seco
1 colher (chá) de extrato de baunilha
raspas da casca de 1 laranja
½ xícara (75g) de passas claras
1/3 xícara (35g) de cranberries secas
75g de damascos secos, em cubinhos
60g de casca de laranja cristalizada, bem picadinha

Cobertura:
1/3 xícara (66g) de açúcar demerara
1/3 xícara (33g) de farinha de amêndoa
30g de amêndoas em lascas

Comece pela esponja: misture todos os ingredientes em uma tigela pequena. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por 12 horas.
Transfira a esponja para a tigela grande da batedeira, junte a farinha, o açúcar cristal, a manteiga, os ovos, a gema, o fermento, a baunilha e as raspas de laranja e, com o batedor em formato de gancho, bata em velocidade média até obter uma massa homogênea que se desgruda das laterais da tigela (cerca de 8 minutos). Junte as frutas secas e a casca de laranja cristalizada, misture para incorporar, cubra com filme plástico e deixe crescer até dobrar de volume (1-2 horas).
Dê um soquinho no centro da massa para retirar o ar. Divida-a em duas partes, sendo uma ligeiramente maior do que a outra. Com a porção maior de massa forme um cilindro de aproximadamente 30cm de comprimento, estreitando levemente uma das pontas. Coloque em uma assadeira grande, de beiradas baixas, forrada com papel alumínio. Com a massa restante forme um cilindro de 20cm de comprimento e coloque-o sobre o cilindro maior, aproximadamente no terço oposto à ponta mais estreita – a idéia aqui é formar a colomba, sem precisar de forminha de papel para isso. Cubra com um pano de prato limpo e seco e deixe crescer novamente por mais 35-40 minutos – enquanto isso, pré-aqueça o forno a 190°C.
Cobertura: misture o açúcar demerara, a farinha de amêndoa, as amêndoas em lascas e a clara em uma tigelinha. Espalhe sobre a colomba. Asse por 15 minutos, baixe a temperatura do forno para 160°C e asse por mais 15-20 minutos ou até que a colomba esteja assada por dentro – se começar a dourar rápido demais, cubra de maneira frouxa com papel alumínio.
Sirva morna ou em temperatura ambiente.

Rend.: 10 porções

Tuesday, March 19, 2013

Madeleines de tâmara

English version

Date madeleines / Madeleines de tâmara

Madeleines são docinhos bem corriqueiros neste blog e eu já as fiz dos mais diferentes sabores – todos deliciosos, aliás – mas quando vi a receita de madeleines de tâmara da Annie Bell fiquei bem intrigada: a idéia de acrescentar um purezinho de tâmaras à massa das madeleines parecia bem interessante. Seria uma ótima maneira de usar as últimas tâmaras do pacote – acreditam que mesmo depois de preparar lebkuchen e os biscoitos da Martha ainda havia um punhado de tâmaras no armário? Certos ingredientes tendem a dar uma de Gremlins na minha casa não importa o que eu faça. :D

As madeleines ficaram muito boas: úmidas por causa da adição de farinha de amêndoa e com um sabor caramelado bem sutil.

Madeleines de tâmara
do mais do que lindíssimo Annie Bell's Baking Bible (comprei o meu aqui)

- xícara medidora de 240ml

100g de tâmaras, sem os caroços e picadas
1/3 xícara (80ml) de água
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
2 ovos grandes
2 colheres (sopa) - 24g - de açúcar cristal
raspas da casca de 1 limão siciliano
2 colheres (sopa) de mel
50g de farinha com fermento*
½ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
½ xícara (50g) de farinha de amêndoa
1 colher (chá) de extrato de baunilha
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, derretida e fria + um pouquinho de manteiga derretida extra para pincelar as forminhas
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Coloque as tâmaras e a água em uma panelinha e leve ao fogo médio até começar a ferver. Abaixe o fogo e cozinhe até que as tâmaras fiquem macias e quase se tornem um purê (eu as amassei com um amassador de batatas para que a mistura virasse um purê). Junte o bicarbonato, misture bem e desligue o fogo.
Com a batedeira, bata os ovos e o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Junte as raspas de limão e o mel, batendo. Peneire a farinha, o fermento e o sal sobre a mistura e incorpore delicadamente com uma espátula de silicone. Faça o mesmo com a farinha de amêndoas e o purê de tâmaras. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 1 hora ou de um dia para o outro.
Pré-aqueça o forno a 190°C. Pincele levemente com a manteiga derretida extra duas formas de madeleines e leve à geladeira por 5 minutos. Encha cada cavidade com a massa – 2/3 da capacidade – e asse por 8-10 minutos ou até que as madeleines dourem. Retire do forno e desenforme sobre uma gradinha. Deixe esfriar.
Polvilhe com açúcar de confeiteiro para servir.

* eu substituí a farinha com fermento por 50g de farinha de trigo comum + 1/3 colher (chá) de fermento em pó + 1 pitada de sal

Rend.: 15-20 madeleines – fiz exatamente a receita acima e consegui 52 no total: 12 usando forminhas com capacidade para 1 colher (sopa) de massa e 40 com forminhas com capacidade para ½ colher (sopa) de massa

Sunday, March 17, 2013

Cookies de frutas secas

English version

Fruit and nut cookies / Cookies de frutas secas

A primeira vez que vi uma tâmara eu achei... esquisita. O encontro aconteceu quando eu já tinha idade suficiente para saber que não se deve julgar a comida pela aparência e por isso decidi experimentar a fruta seca: achei deliciosa! É um ingrediente que uso pouco mas que definitivamente deveria aparecer mais na minha cozinha. Sobraram algumas tâmaras do lebkuchen que fiz ano passado mas eu não sabia o que fazer com elas - fui salva pela Martha com esses biscoitos que ainda combinam outros ingredientes que adoro: pistache, damasco seco e coco. Irresistíveis e fáceis de fazer.

Cookies de frutas secas
um nadinha adaptados do delicioso e infalível Martha Stewart's Cookies

- xícara medidora de 240ml

2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 xícara (175g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
½ xícara (100g) de açúcar cristal
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 ½ xícaras (150g) de coco em flocos adoçados
1 ½ xícaras de damascos secos – pique, depois meça
1 ½ xícaras de tâmaras picadas – pique, depois meça
1 ½ xícaras (195g) de pistaches sem sal, inteiros

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela média, misture com o batedor de arame a farinha, o bicarbonato e o sal.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga com os açúcares em velocidade média até obter um creme claro. Junte os ovos, um a um, batendo para incorporar. Junte a baunilha.
Com a batedeira em velocidade baixa, junte a mistura de farinha e bata somente até incorporar. Com uma espátula de silicone, incorpore o coco, das tâmaras e o pistache.
Faça bolinhas com 2 colheres (sopa) cheias de massa e coloque nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Achate levemente com os dedos. Asse por 12-15 minutos, ou até que os biscoitos dourem bem nas extremidades. Transfira o papel manteiga para uma gradinha e deixe esfriar completamente.

Os cookies podem ser guardados em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 3 dias.

Rend.: cerca de 3 dúzias – fiz metade da receita acima, usei 2 colheres (sopa) niveladas de massa por biscoito e consegui 26

Friday, March 15, 2013

Bolo cítrico de amêndoa

English version

Almond citrus drizzle cake / Bolo cítrico de amêndoa

Muitos e muitos posts atrás uma leitora do blog em inglês me deixou um comentário nada satisfeito sobre como sou parcial a determinados atores/atrizes; sinto muito, mas não consigo evitar: quando gosto de algo – ou alguém – eu realmente gosto. Tenho minhas preferências e elas geralmente ditam o que vejo, ouço, como. Por isso não é nenhuma surpresa que ao receber este livro absolutamente delicioso a primeira receita que preparei dele foi este bolo cítrico – a idéia de encharcar um bolo com suco de laranja e limão siciliano já é uma favorita por aqui, mas desta vez há uma quantidade obscena de pasta de amêndoa no bolo, o que o torna extremamente úmido. Ao contrário do que faço com atores, atrizes e diretores, nem sempre elejo receitas favoritas absolutas, mas esta aqui certamente merece o prêmio de Melhor Estréia de Livro de Receitas. :)

Bolo cítrico de amêndoa
um nadinha adaptado do ótimo Piece of Cake: Home Baking Made Simple

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 115g - de farinha de trigo*
½ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 224g - de açúcar cristal
raspas da casca de 2 limões sicilianos
raspas da casca de 1 laranja
1 xícara de pasta de amêndoa, temperatura ambiente – usei caseira, receita aqui
4 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
½ colher (sopa) de limoncello (opcional)

Calda:
¼ xícara (60ml) de suco de limão siciliano
¼ xícara (60ml) de suco de laranja
1 xícara (200g) de açúcar cristal

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma de bolo inglês de 22x12cm, forre com papel manteiga e unte o papel, também - usei esta forma e ainda sobrou um pouco de massa que assei em uma forma de bolo inglês com capacidade para 1 litro.
Em uma tigela média, misture com um batedor de arame a farinha, o fermento e o sal.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga, o açúcar, as raspas de laranja e limão siciliano até obter um creme. Junte a pasta de amêndoa e continue batendo até obter uma mistura clara e fofa. Junte os ovos, um a um, e raspe as laterais da tigela ocasionalmente. Junte a baunilha e o limoncello (se for usar). Em velocidade baixa, aos poucos, junte os ingredientes secos e bata apenas até incorporar – termine de misturá-los com uma espátula. Despeje a massa na forma preparada e asse por 50-60 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Transfira para uma gradinha enquanto faz a calda: em uma tigelinha, misture todos os ingredientes. Despeje imediatamente sobre o bolo quente (não espere que o açúcar se dissolva nos sucos), aos poucos, esperando que este absorva porções da calda antes de adicionar o restante. Deixe esfriar completamente na forma e então desenforme com cuidado, removendo o papel.

* ao terminar de preparar a massa do bolo achei que estava líquida demais, por isso acrescentei ½ xícara (70g) de farinha de trigo

Rend.: 6-8 porções

Wednesday, March 13, 2013

Brioche recheado com amêndoa com compota de ameixa + "House of Cards"

English version

Almond filled brioche with plum compote / Brioche recheado com amêndoa com compota de ameixa

Logo depois de terminar de assistir à quarta temporada de “Breaking Bad” – espero que a quinta chegue logo por aqui – comecei a ver “House of Cards”: fiquei ansiosa pela série desde que li, há muitos meses, que David Fincher estava desenvolvendo algo para a TV – sou muito fã dele e veria qualquer coisa que ele fizesse. Como era de se esperar, Fincher não decepciona: a série é fantástica – roteiro, trilha sonora e elenco, tudo em perfeita sintonia. Todos os atores estão excelentes, mas Kevin Spacey é a alma do seriado – sou suspeita porque ele é um dos meus atores favoritos e faz parte de filmes que amo, mas para mim ele está simplesmente quebrando tudo como Frank Underwood, que pode ser um dos melhores personagens de todos os tempos. Se o mundo fosse um lugar justo existiriam 10 Kevin Spacey ou 10 Bryan Cranston para cada Robert Pattinson. :D

E se o mundo fosse mesmo um lugar justo eu poderia comer brioche no café da manhã todos os dias, especialmente esta versão recheada com creme de amêndoa, tão macia e saborosa, com uma colherada de compota de ameixa caseira. Nham. :)

Brioche recheado com amêndoa
adaptados de dois livros fantásticos: How to Bake e Artisan Bread in Five Minutes a Day

Brioche:
500g de farinha para pães + um pouco extra para polvilhar (usei farinha de trigo comum)
½ colher (chá) de sal
½ xícara (100g) de açúcar cristal
10g de fermento biológico seco
140ml de leite integral morno
5 ovos médios*
250g de manteiga sem sal, bem molinha

Recheio:
4 colheres (sopa) - 56g - de manteiga sem sal, temperatura ambiente
½ xícara de pasta de amêndoa – usei caseira, receita aqui
¼ xícara (35g) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de açúcar cristal
1 ovo
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ colher (chá) de extrato de amêndoa (opcional)
¼ colher (chá) de água de flor de laranjeira (opcional)

Coloque a farinha na tigela grande da batedeira (você vai usar o batedor em formato de gancho). Coloque o sal e o açúcar sobre a farinha de um lado da tigela e o fermento do lado oposto. Junte o leite e os ovos e misture em velocidade baixa por 2 minutos. Passe para a velocidade média e misture por 6-8 minutos ou até que uma massa macia e elástica se forme. Junte a manteiga e continue misturando por mais 4-5 minutos, raspando as laterais da tigela periodicamente para garantir que a manteiga se incorpore completamente à massa – esta será bem molinha. Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira por uma noite ou por pelo menos 7 horas – assim a massa ficará firme o bastante para ser moldada. Enquanto isso, prepare o recheio: coloque a manteiga, a pasta de amêndoa, a farinha, o açúcar, o ovo, a baunilha, o extrato de amêndoa e a água de flor de laranjeira no processador de alimentos e processe até obter um creme homogêneo.
Unte com manteiga uma assadeira de 20x30cm.
Tire a massa de brioche da geladeira e transfira para uma superfície levemente enfarinhada. Sove 3-4 vezes e então, com um rolo, abra a massa em um retângulo de 35x20cm. Espalhe o recheio de maneira uniforme sobre a massa. Enrole como um rocambole, começando pelo lado mais longo. Corte em 9 fatias e arrume-as na assadeira preparada deixando aproximadamente 2,5 de distância entre uma e outra. Cubra com um pano de prato limpo e seco e deixe crescer por 1 hora.
Pré-aqueça o forno a 190°C. Asse os brioches por 20-25 minutos ou até que dourem bem. Sirva morninhos ou em temperatura ambiente.

* eu só tinha ovos do tipo grande em casa e usei 4; ao notar que a massa estava meio seca, adicionei o 5º ovo

Compota de ameixa
criação própria

250g de ameixas, cortadas ao meio, sem os caroços, cada metade cortada em 4 fatias no sentido do comprimento
3 colheres (sopa) de açúcar cristal – as minhas ameixas estavam muito azedas; ajuste a quantidade de açúcar dependendo das ameixas que tiver em casa
½ colher (sopa) de suco de limão siciliano ou tahiti
1 pitada de canela em pó
1 ½ colher (sopa)s de água

Coloque as ameixas, o açúcar, o suco de limão, a canela e a água em uma panelinha e leve ao fogo médio, mexendo ocasionalmente, até que as ameixas fiquem macias e suculentas. Deixe esfriar completamente e guarde na geladeira em um recipiente hermético por até 1 semana.

Rend.: 2-4 porções

Monday, March 11, 2013

Torta de maracujá

English version

Passion fruit tart / Torta de maracujá

Se eu tivesse que escolher uma sobremesa para comer pelo resto da vida (o que seria uma crueldade já que existem tantos doces maravilhosos, sem contar aqueles que nunca provei nem fiz em casa, mas...) seriam barrinhas de limão siciliano – não há nada que eu sinta mais vontade de comer, o som das palavras já me dão água na boca. Mas algumas semanas atrás tirei algo do forno que quase – e foi realmente por um triz – roubou o título de sobremesa favorita das barrinhas: esta torta de maracujá, uma receita da sempre absurdamente linda Gourmet Traveller, ficou deliciosa, com uma base sequinha e amanteigada e um recheio bem azedinho. Tão, tão boa.

Agora, se eu tivesse que escolher duas sobremesas para comer pelo resto da vida... ;)

Torta de maracujá
da sempre linda e deliciosa Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Massa:
225g de manteiga sem sal, gelada e picada
¾ xícara (105g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
2 2/3 xícaras (375g) de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 ovo
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Recheio:
3 ovos
1 gema
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
150ml de creme de leite fresco
200ml de polpa de maracujá peneirada – usei um pouco das sementinhas no recheio
1 colher (chá) de extrato de baunilha
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Massa: no processador de alimentos, junte a manteiga, o açúcar, a farinha e o sal e pulse até que a mistura pareça uma farofa grossa. Com o processador ligado, junte o ovo e a baunilha e processe somente até obter uma massa. Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 2 horas.
Abra a massa em uma superfície levemente enfarinhada até obter a espessura de aproximadamente 3mm. Forre seis forminhas de torta de 8cm de diâmetro cada com a massa, removendo o excesso. Leve ao freezer por 30 minutos – enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C. Cubra a massa das forminhas com um pedaço de papel manteiga e encha com feijões secos ou pesinhos próprios e leve ao forno por 15 minutos. Remova os feijões e o papel e asse por mais 5 minutos ou até que a massa esteja dourada. Retire do forno e deixe esfriar completamente (mantenha o forno ligado).

Recheio: em uma tigela grande, misture levemente os ovos, a gema e o açúcar até dissolvê-lo. Junte o creme de leite, o suco de maracujá e a baunilha e misture. Passe a mistura por uma peneira e transfira para a base da torta. Asse por 8-10 minutos ou somente até que o recheio comece a firmar – o centro das tortinhas ainda deve balançar levemente ao serem tocadas. Deixe esfriar completamente e então leve à geladeira.
Antes de servir, polvilhe as tortinhas com açúcar de confeiteiro e caramelize-o com um maçarico culinário (opcional).

Rend.: 6 unidades – fiz metade da receita acima e assei em uma forma retangular de 30x10cm com fundo removível

Saturday, March 09, 2013

Bubble buns de canela

English version

Cinnamon bubble buns / Bubble buns de canela

Um das coisas de que mais gosto no ato de cozinhar é estar cercada por cheiros maravilhosos: café recém coado, cebolas refogadas em azeite, frutas cítricas ao terem sua cascas removidas ou as polpas espremidas... Delícia. E a esta lista acrescento a canela, um dos meus aromas preferidos e que é impossível de se esconder na cozinha: é bastante evidente quando há algo com canela no forno, como estes ótimos pãezinhos - troquei o creme azedo pedido na receita original por iogurte, por isso vocês podem se esbaldar e chamar os pãezinhos de saudáveis. ;)

Bubble buns de canela
um nadinha adaptados de um dos melhores livros de receita que possuo

- xícara medidora de 240ml

Massa de iogurte:
2¼ colheres (chá) de fermento biológico seco
¼ xícara (60 ml) de água morna
3 colheres (sopa) - 42g - de manteiga sem sal, derretida e fria
2/3 xícara de iogurte natural integral
3 colheres (sopa) de açúcar cristal
1 ovo grande
1 colher (chá) de extrato de baunilha
320g de farinha de trigo comum + um pouquinho extra para sovar, se for necessário
¼ colher (chá) de sal
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio

Cobertura de açúcar e canela:
65g de açúcar mascavo claro
1 colher (chá) de canela em pó
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal, derretida

Massa: polvilhe o fermento sobre a água dentro da tigela grande da batedeira; reserve por 5-10minutos ou até que borbulhe. Junte a manteiga, o iogurte, o açúcar, o ovo e a baunilha e misture para incorporar. Com a batedeira e o batedor em formato de pá, bata em velocidade baixa e acrescente 250g da farinha, o sal, e o bicarbonato. Bata em velocidade médio-baixa até incorporar os ingredientes, 30-45 segundos. Junte a farinha restante e bata até obter uma massa homogênea e levemente macia.
Transfira para uma superfície levemente enfarinhada e sove até que a massa fica acetinada e elástica, 3 minutos aproximadamente – no começo a massa estará grudenta, porém não acrescente mais do que 2 colheres (sopa) durante a sova. Volte a massa para a tigela, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar morninho por cerca de 1hora ou até que dobre de volume; faça o teste: toque a massa levemente com a ponta do dedo – se ficar um buraquinho, a massa terá crescido. Enquanto isso, prepare a cobertura de açúcar e canela: junte o açúcar mascavo e a canela em um potinho. Coloque a manteiga derretida em uma tigelinha rasa.
Unte generosamente com manteiga e enfarinhe uma forma de muffins com 12 cavidades (capacidade para 1/3 xícara cada).
Dê um soquinho leve na massa para remover o ar. Formate-a em um cilindro longo e divida em 12 porções iguais (cada uma terá cerca de 50g). Divida cada porção em 6 partes iguais e faça bolinhas com elas. Passe as bolinhas pela manteiga derretida e, em seguida, pelo açúcar com canela. Arrume 5 bolinhas dentro de cada cavidade da forma de muffin e coloque 1 bolinha no centro de cada uma.
Reita o procedimento com as porções de massa restantes. Cubra de maneira frouxa com filme plástico e deixe crescer novamente, cerca de 40 minutos – enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C.
Asse até que os pãezinhos dourem, 20-22 minutos. Transfira a forma para uma gradinha e deixe esfriar por 5-8 minutos. Com jeitinho, remova os pãezinhos da forma, soltando-os com uma faquinha se necessário (não deixe esfriar ou eles grudarão). Transfira para a gradinha para esfriar.

Rend.: 12 unidades

Thursday, March 07, 2013

Brownies de cacau com manteiga queimada e pecãs

English version

Cocoa brownies with brown butter and pecans / Brownies de cacau com manteiga queimada e pecãs

Sempre que bate a vontade de fazer um docinho mas estou sem muito tempo preparo brownies: são facílimos de fazer, não há a necessidade de esperar a manteiga amolecer – e neste caso nem os ovos precisam estar em temperatura ambiente – e ao colocá-los no forno tudo o que se precisa fazer é decidir se serão consumidos ainda morninhos com sorvete ou puros, depois de frios. :)

Estes brownies são uma variação dos ultra deliciosos brownies de cacau da Alice Medrich e apesar de serem bons ainda prefiro a versão anterior – gosto da adição de pecãs mas não acho que a manteiga queimada faça muita diferença neste caso, ao contrário de outras receitas. Ao procurar o link dos brownies de cacau para postar aqui leio no texto que “minha irmã de 16 anos ama estes brownies” – ela hoje tem 19 e neste momento estou me sentindo velha. :)

Brownies de cacau com manteiga queimada e pecãs
da Maga dos Brownies Alice Medrich

- xícara medidora de 240ml

10 colheres (sopa) – 140g – de manteiga sem sal, picada
1 ¼ xícaras (250g) de açúcar cristal
¾ xícara (68g) de cacau em pó sem adição de açúcar
2 colheres (chá) de água
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¼ colher (chá) de sal
2 ovos grandes, gelados
1/3 xícara + 1 colher (sopa) - 56g - de farinha de trigo
1 xícara (110g) de pecãs, levemente tostadas, frias e picadas grosseiramente

Pré-aqueça o forno a 165°C; forre uma forma quadrada de 20cm com papel alumínio, deixando sobras em dois lados opostos, formando “alças”; unte o papel com manteiga.
Derreta a manteiga em uma panela média em fogo médio. Continue cozinhando, mexendo sempre, até que a manteiga pare de espumar e manchinhas marrons apareçam no fundo da panela, cerca de 5 minutos. Retire do fogo e imediatamente acrescente o açúcar, o cacau, a água, a baunilha e o sal. Misture para incorporar os ingredientes e deixe esfriar por 5 minutos (a massa ainda estará quente depois desse tempo). Junte os ovos, um a um, batendo vigorosamente a cada adição. Quando a massa estiver espessa e brilhante, junte a farinha e misture para incorporar. Bata então vigorosamente 60 vezes. Incorpore as pecãs e transfira a massa para a forma.
Asse por cerca de 25 minutos ou até que um palito de dentes inserido no centro do brownie saia quase limpo, com algumas migalhas úmidas grudadas nele. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha. Com o auxílio do papel alumínio, remova o brownie da forma e corte em quadradinhos.
Os brownies podem ser guardados em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 2 dias.

Rend.: 16 unidades

Tuesday, March 05, 2013

Bolo de ameixa com açúcar e canela + Helen Hunt

English version

Cinnamon-sugar plum cake / Bolo de ameixa com açúcar e canela

Uma vez escrevi sobre os tipos de personagens que eu gostaria de interpretar se fosse atriz e agora tenho de adicionar a fantástica Cheryl de Helen Hunt à lista: não somente pela personagem ser interessante por si só mas também porque a interpretação de Hunt é uma das melhores que vi em muitos anos – há uma entrega completa à personagem de uma maneira que pouquíssimas vezes vi, o que é raro justamente porque pouquíssimos atores/atrizes têm o talento para fazê-lo. Sei que minha opinião não conta para a indústria do cinema mas para mim Helen Hunt teve a interpretação mais poderosa do ano passado e nem 10 Anne Hathaways raspando a cabeça e berrando uma canção mudarão mudar isso. :)
Embora eu esteja escrevendo sobre Helen Hunt hoje, “As Sessões” é um filme fantástico como um todo: um roteiro ótimo – engraçado, espirituoso, tocante – com interpretações brilhantes; John Hawkes está absolutamente magnífico – uma amiga me mandou um link para um vídeo do verdadeiro Mark O’Brien e Hawkes fez até mesmo a voz perfeitamente – que performance incrível. E William H. Macy, sempre bastante competente, está adorável como o padre. “As Sessões” é um filme que vale a pena ver e que provou ser ainda melhor do que eu esperava.

***

É época de ameixas por aqui agora e as tenho aproveitado bastante, mas infelizmente algumas das ameixas que comprei na última visita ao supermercado estavam azedas demais, mesmo para o meu gosto. Por isso decidi fazer um bolo com elas e esta receita deliciosa – e que acredito ficaria ótima também com nectarinas, pêssegos ou cerejas – vem do livro de receitas que nunca desaponta.

Bolo de ameixa com açúcar e canela
do sempre delicioso Bon Appetit Desserts: The Cookbook for All Things Sweet and Wonderful

- xícara medidora de 240ml

1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
¾ xícara (150g) + 1 ½ colheres (sopa) de açúcar cristal, uso dividido
2 ovos grandes
½ colher (chá) de extrato de baunilha
raspas da casca de 1 limão siciliano
suco de 1 limão siciliano
3-4 ameixas grandes, caroços removidos, cortadas em fatias de pouco mais de 1cm
¼ colher (chá) de canela em pó

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma de aro removível de 22cm de diâmetro*.
Em uma tigelinha, misture com um batedor de arame a farinha, o fermento e o sal. Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e ¾ xícara (150g) do açúcar até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, seguidos da baunilha, das raspas e suco de limão, batendo para incorporar cada ingrediente. Junte os ingredientes secos e bata somente até incorporar. Espalhe a massa na forma preparada.
Arrume as fatias de ameixa sobre a massa formando círculos concêntricos e pressionando até afundá-las pela metade. Misture as 1 ½ colheres (sopa) de açúcar restantes com a canela e salpique sobre as frutas. Asse até que o bolo cresça e doure, cerca de 50 minutos (faça o teste do palito). Ao tirar o bolo do forno, solte-o das laterais da forma com o auxílio de uma faquinha. Remova o aro da forma e deixe o bolo esfriar sobre uma gradinha. Sirva morno ou em temperatura ambiente.

* fiz exatamente a receita acima usando uma forma redonda de 20cm com fundo removível; forrei a base da forma com um círculo de papel manteiga

Rend.: 6-8 porções

Sunday, March 03, 2013

Frango assado com limão siciliano e chorizo

English version

Chicken, chorizo and lemon bake / Frango assado com limão siciliano e chorizo

Quando eu era criança frango assado era o almoço de domingo: os acompanhamentos mudavam ocasionalmente - batatas, arroz, macarrão, salada - mas o franguinho era o rei da refeição mais importante do dia. Minha mãe adorava, minha avó adorava, e eu também - ainda adoro. Depois que minha mãe ficou doente meu pai trazia o frango da padaria - televisão de cachorro! - mas era gostoso do mesmo jeito. Aqueles eram dias felizes dos quais sinto saudade. E quando bate a nostalgia geralmente faço comidas que minha mãe cozinhava e frango assado é uma delas. Gosto de variar as receitas e esta aqui, da revista Donna Hay, foi eleita pelo marido como o franguinho assado mais gostoso que já preparei: ele ficou doido com os pedacinhos crocantes de chorizo e com o alho, tão macio e adocicado. Aqui em casa gostamos do frango bem assado, dourado e crocante por fora - por isso o longo tempo de forno - mas vocês podem adaptar a receita para o seu gosto.

Frango assado com limão siciliano e chorizo
um tiquinho adaptado da sempre deliciosa e infalível Donna Hay Magazine

4 pedaços grandes de forno – usei duas coxas e duas sobrecoxas

Para marinar o frango:
2 dentes de alho, batidos em um pilãozinho até virar purê
suco de 1 limão siciliano ou tahiti grande
1 colher (sopa) de azeite de oliva
sal e pimenta do reino moída na hora

Para assar o frango:
1 limão siciliano, cortado em 4 no sentido do comprimento
1 chorizo (lingüiça espanhola apimentada com adição de páprica), em fatias – comprei aqui; caso não encontre, substitua por algum tipo de lingüiça defumada e pré-cozida, como calabresa
6 dentes de alho, ainda na casca
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal, derretida
6-8 raminhos de tomilho fresco
1/3 xícara de azeitonas pretas

Coloque o frango em um saco plástico ou tigela rasa. Junte os ingredientes da marinada e misture bem para cobrir o frango. Feche o saco plástico (ou cubra a tigela com filme plástico) e leve à geladeira por 3 horas ou de um dia para o outro.
Pré-aqueça o forno a 200°C. Retire o frango da marinada e coloque em um refratário raso (se você forrá-lo com uma camada dupla de papel alumínio a limpeza será mais fácil). Regue com parte da marinada e leve ao forno por cerca de 40 minutos. Retire do forno, junte o limão, o chorizo, o alho e o tomilho, regue com a manteiga e volte ao forno por mais 40-50 minutos ou até que o frango fique bem dourado e assado por dentro – acrescente as azeitonas nos 10 minutos finais.

Rend.: 2 porções

Related Posts with Thumbnails