sexta-feira, março 23, 2012

Barrinhas de coco + o inesquecível "Hugo"

English version

Coconut custard bars / Barrinhas de coco

Não tenho filhos, mas imagino que se tivesse adoraria cozinhar e preparar coisinhas gostosas para eles; já faço isso agora para as pessoas de quem gosto – acho que é um jeito de expressar meus sentimentos. Talvez as pessoas gostem de fazer coisas que amam para as pessoas que amam. E por que estou lhes dizendo tudo isso? Bem, porque foi nisso que pensei há algumas noites, ao sair do cinema depois de assistir ao fantástico “A Invenção de Hugo Cabret” – sinto que o filme foi uma maneira de Scorsese expressar seu amor por sua filha: fazer o que faz de melhor, o que ama fazer para quem ama. Algumas pessoas dizem “eu te amo/gosto de você”, algumas assam bolos e outras fazem filmes. :)

Ao me sentar e começar a comer minha pipoca notei que várias crianças entravam no cinema e se acomodavam, esperando pelo início do filme, assim como eu – isso não é algo que vejo com freqüência (por causa das minhas escolhas cinematográficas). Quinze minutos de filme e pensei com meus botões: “que crianças de sorte”, porque quando criança não tive a oportunidade de ver algo tão lindo, tão perfeitamente feito – na verdade, para ser honesta, mesmo depois de adulta vi pouquíssimos filmes com a beleza de “Hugo”. Fiquei fascinada com as imagens, as cores, os sons – eu estava em Paris. Asa Butterfly e seus olhos azulíssimos (que me lembram os de Elijah Wood) conquistaram o meu coração completamente – o menino me fez chorar como um bebê e no final do filme eu queria levá-lo para casa comigo. Sei que Scorsese é um gênio e tem a habilidade de melhorar qualquer performance, mas nunca imaginei que ele dirigisse crianças tão bem. Por outro lado, para cada lágrima derramada houve dezenas de risadas com Sacha Baron Cohen – engraçado e adorável, ele estava delicioso de assistir (em alguns momentos me lembrou “Os Trapalhões” em sua época de ouro) e isso, para mim, é o toque de Scorsese novamente (quem assistiu às performances anteriores de Cohen talvez concorde comigo).

Eu queria poder lhes falar mais sobre “Hugo” mas amei tanto o filme e ele me emocionou de um jeito que fiquei meio sem palavras – esta moça de 33 anos não vai esquecer o “filme de criança” de Martin Scorsese. Nunca.

Barrinhas de coco
um tiquinho adaptadas do fantástico The Good Cookie

- xícara medidora de 240ml

Base:
1 1/3 xícaras (186g) de farinha de trigo
1/3 xícara (67g) de açúcar cristal, de preferência orgânico
¼ colher (chá) de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos de aproximadamente 1cm
1 gema grande
2 colheres (chá) de água gelada
¾ colher (chá) de extrato de baunilha

Recheio:
2 ovos grandes
1 gema grande
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
1 xícara (240ml) de leite de coco
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 colheres (sopa) de rum escuro
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 xícara (100g) de coco em flocos adoçados

Prepare a base: pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma quadrada de 22-23cm*.
Coloque a farinha, o açúcar e o sal no processador de alimentos e pulse até misturar. Espalhe os cuinhos de manteiga sobre a farinha e processe novamente até que a mistura pareça uma farofa grossa. Em uma tigelinha, misture bem com um garfo a gema, a água e a baunilha. Com o processador ligado, despeje esta mistura e processe apenas até que uma massa comece a se formar, com grumos grandes. Transfira a massa para a forma preparada e pressione com os dedos, cobrindo todo o fundo da forma. Asse até dourar, 20-25 minutos. Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Mantenha o forno ligado.
Em uma tigela média, misture os ovos, a gema, e o açúcar com um batedor de arma até incorporar bem. Aos poucos, junte o leite de coco, misturando. Junte a baunilha, o rum, a farinha e o sal e incorpore-os.
Salpique o coco em flocos em toda a superfície da base. Despeje o recheio, passando-o por uma peneira, sobre o coco em flocos, cobrindo toda a base. Asse por 25-30 minutos ou até que o recheio firme e as beiradas dourem. Deixe esfriar completamente na forma sobre uma gradinha. Com o auxílio de uma faca afiada, corte em barrinhas.

* fiz exatamente a receita acima usando uma forma quadrada de 20cm; como a forma tem fundo removível, ficou fácil remover e cortar as barrinhas

Rend.: 12 unidades

21 comentários:

Quéroul disse...

Scorcese tem o dom, né?
Achei o filme lindíssimo, e olha que eu vi no computadorzinho. Eu não sabia sobre o que era, e fui surpreendida!
E surpreendida também com o Sacha, que eu odeio sobremaneira, mas quando resolve deixar de ser aquelas personagens medíocres e imbecis, é até um bom ator (gostei dele em Talladega Nights, hahaha).

Fofo toda vida.

e eu adoro barrinhas também.
Barrinhas e Scorcese, e os olhões do Asa: postagem win win win. :D

Miuda disse...

Pati, como sempre vejo mais uma receita maravilhosa - é uma maravilha de coco que adoro! =) Gosto muito de tartes e tortas com recheio custard, mas nunca fiz com coco. Acho uma ótima ideia! =)
Muito obrigada, Pati pela receita e pela foto lindíssima! =)
Bom fim de semana para você! :)
Beijinhos

Monica Moura disse...

Chorei so de ler seu post,imagine vendo o filme! Que lindo Pati!
Sua receita foi aprovadissima pelos meus filhotes e por mim é claro,adoradora de coco e seus derivados.
Obrigado.

cozinhavegetal disse...

Oi Pati, estou animadíssima para assistir a esse filme, aliás vou ver hoje, por isso só li a parte da receita com medinho de spoilers! rsrs
A foto está linda e a barrinha parece deliciosa! Vou testar assim que puder!
Bjs

Heide Gauche disse...

Sabe que gostei tanto do teu post que nem vi a receita?
Rsrsr... depois voltei e li com calma, parecem deliciosas essas barrinhas!
Mas o filme, ahhh, concordo plenamente! Filme lindo, que me emocionou muito também! No começo do filme, quando passa aquela cena que ele desce de um "escorregador" fiquei pensando: "Nossa, se tivesse assistido esse filme quando criança, essa imagem ficaria pra sempre na minha lembrança. Mágico!"
Belo post!
Beijos,
Heide

Tina Lopes disse...

Pronto, lá vou eu ver o filme. E essas barrinhas, ai, acabaram comigo.

Mari S. disse...

Me encantei com Hugo da mesma forma. Perfeito em cada detalhe. Asa Butterfly já tinha meu coração desde "O Menino do Pijama Listrado" (não gostei do filme em si, mas a criança me fascinou, que posso fazer?) e me ganhou de vez depois de Hugo.

E essas barrinhas Paty? Amo tudo que tem coco. Vai já para o caderninho de receitas!

Dricka disse...

Tão bom não é Paty, ter o dom de amar a vida e poder desfrutar de tudo o que nos faz felizes, seja um lindo filme, uma tarde na cozinha, uns minutos com pessoas queridas? Você é uma linda, além de excelente cozinheira, extremamente sensivel.
Bjs

Kenyta disse...

Nossa esse filme é tudo de bom!! tive todos esses bons sentimentos ao assistir!!

Bárbara disse...

Oi Patrícia!
Gostaria de saber se tem como substituir o rum na receita.
Bjs

wair de paula disse...

Eu vou acabar engordando com estas receitas...eu simplesmente adoro coco e estas barrinhas prometem. Prometem aumentar alguns centímetros em minha silhueta...abs.

Sam Wüppsch disse...

Esse filme é encantador, né? Eu o assisti 3 vezes uma com o maridão e as outras com os meus queridos sobrinhos (fiz questão de levá-los). Fiquei apaixonada e emocionada há muito tempo não via via um filme que me encantasse tanto. Sobre o Sacha nem o reconheci só agora lendo o seu post pois estou acostumada com aqueles tipos tão esdrúxulos que ele costuma incorporar que quando o vi no filme fiquei com aquela sensação "em qual filme eu já vi esse ator?" mas esqueci completamente ao ser hipnotizada por aqueles olhos azuis. bjks

Carolina Lima disse...

Pati, eu também AMEI 'Hugo'. Sai do cinema sonhando com Paris e apaixonada pelo Asa e seus olhos azuis. Virei fã dele depois que vi 'O menino do pijama listrado' e depois quando ele fez o Mordred no 'Merlin' da BBC. Um lindo :)

Fiz um post sobre vc no meu blog: http://thecomfykitchen.blogspot.com.br/2012/03/bolo-de-banana-chocolate-e-uma.html?spref=fb

Passa lá :)

Beijos, Carol.

Joana Azevedo disse...

Eu experimentei e adorei, desfazem-se na boca. Cá em casa foi uma sensação estas barrinhas de côco.
Já ando para perguntar há bastante tempo quais os livros que mais gosta de todos que tem.
Estava pensar comprar mais 2, Sky High - Alisa Huntsman e o Rose's Heavenly Cakes - Rose Levy Beranbaum, mas gostava de saber a sua opinião.
Quais é que me recomenda?

Obrigada

Patricia Scarpin disse...

Heide, que bacana!
Realmente "Hugo" tem lindas cenas e que ficam na cabeça da gente. A do escorregador é ótima, bem lembrado!
Beijo!

Mari S., esse filme ainda não vi - e gosto do diretor, preciso colocá-lo na lista.
Beijo!

Bárbara, não fica com gosto de álcool, pode usar sem medo. Mas se preferir, omita e coloque um tantinho de baunilha.
Bj!

Patricia Scarpin disse...

Sam, é encantador, sim! Tô louca para comprar o DVD quando sair. Achei o Sacha bárbaro, o que não faz um bom diretor, não?

Carolina, eu tentei comentar no seu blog mas com aquelas letrinhas não consegui. :(
Obrigada pelo carinho, beijo!

Joana, que bom saber que a receita deu certo contigo, adorei!
Quanto aos livros, sou mais o Sky High mas no da Rose vc tem bolos simples tb (no Sky High só tem bolos de camadas). Aliás, você me deu uma idéia - vou postar sobre isso sexta, me aguarde!
Beijo!

Rogério disse...

iai Patricia

Você assistiu em 3D? Esse filme foi pensado para o 3D embora a projeção normal tenha um resulatado excepcional. Realmente Hugo é um chamego para a alma. Talvez um filme que você goste seja Barry Lyndon, todo pictórico, literalmente.

Além das receitas escolhidas com carinho e a generosidade em compartilhá-las, adoro também os livros indicados (quando tem versão para Kindle é uma mão na roda).

Abraços com sálvia

Joana Azevedo disse...

Obrigada Patrícia.
Eu estive a ver a lista toda de livros que possuiu e fiquei encantada. Estava a pensar comprar esses dois, mas se achar que posso substituir o da Rose por outro pode-me dizer.
Como sou de Portugal vou mandar vir de Inglaterra, pois aqui não existem ;)

Patricia Scarpin disse...

Joana, se você quer um livro de bolos, te indico esse aqui (é um xuxuzinho, as receitas são deliciosas, já fiz várias):
http://www.amazon.co.uk/Cake-Keeper-Cakes-Lauren-Chattman/dp/1600851207/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1333026481&sr=1-1

Espero que goste!
Bj!

Joana Azevedo disse...

Obrigada já fui ver parece bastante interessante ;)

Patricia Scarpin disse...

Oi, Rogério!
Eu não vi em 3D, filmes em 3D me dão uma enxaqueca horrorosa. Mas há algumas cenas que desejei muito ver em 3D, ando pensando em ver o filme novamente desse jeito.

Olha, eu adoro Barry Lyndon. Aliás, gosto de quase tudo do Kubrick.

Um abraço!

Related Posts with Thumbnails