sexta-feira, outubro 27, 2006

Bolo de fubá com laranja

Estava "guardando" esta maravilhosa receita para amanhã (no melhor estilo saving the best for last), mas não sei se conseguirei postar no final de semana...
Acho que meu computador está com problema na porta USB (quem me vê falando assim até vai pensar que entendo alguma coisa de computadores) e meu irmão vai levá-lo para o conserto - não sei exatamente quantos dias ficarei offline. :D

Por isso (e porque "ansiedade" é o meu nome do meio), aí vai: um dos melhores bolos de fubá que já comi na vida. Sem brincadeira. Delicioso. Daqui.

A receita pede cornmeal - que a querida Fezoca me explicou ser um pouco mais grossinho que o nosso fubá - mas resolvi fazer assim mesmo... Estava com a foto do bolo na cabeça (quase uma obsessão) e arrisquei. Gostei muitíssimo do resultado.
A única coisa que mudarei da próxima vez (haverá muitas próximas vezes para esta receita) é diminuir um pouco o açúcar da cobertura. Fica muito solto. Se eu tivesse um maçarico culinário certamente teria mandado ver na cobertura e caramelizado tudo. :D

Ah, é claro que mandei um pedaço pro meu papito querido. Bolo de fubá é o preferido dele.

Bolo de fubá com laranja

120ml de azeite de oliva - usei metade de azeite e metade de óleo de girassol
2 ovos grandes
200g de açúcar + 65g para polvilhar
120ml de suco de laranja (ou vinho branco seco)
175g de farinha de trigo peneirada
70g de fubá
2 colheres (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de sal
raspas da casca de 1 laranja

Pré-aqueça o forno a 190ºC. Unte uma forma redonda de 20cm com óleo, forre o fundo com papel manteiga e pincele-o com óleo.
Em uma tigela grande, misture o azeite/óleo, os ovos, os 200g de açúcar e o suco de laranja. Adicione a farinha, o fubá, o fermento, o sal e as raspas de laranja; bata gentilmente para misturar os ingredientes.
Coloque a massa na forma e salpique o açúcar restante por cima. Asse por 35-40 minutos (faça o teste do palito).
Deixe esfriar por 20 minutos e desenforme com cuidado para não espalhar açúcar pela cozinha toda. :D

Cookies rendados de chocolate

English version

Chocolate lace cookies

Sempre posto pães, muffins ou bolos. Fazia tempo que não assava biscoitos.
Xeretando na Internet achei esse blog e fiquei doida com as receitas - pareciam tão gostosas!!

Lembrei de um chocolate meio-amargo que comprei há séculos: só tem mais 1 mês de vida e que precisa ser usado. Por isso, escolhi estes cookies - e pelo visual deles, também, é claro. ;D

Acho que assei demais e não fiquei tão contente com o resultado - crocante demais, a gente morde e mil pedacinhos saem voando em todas as direções. Nada prático para comer no escritório.
Entretanto, o sabor é ótimo. A massa crua é deliciosa, tive que me conter para não comer tudo antes de assar... :D

Realmente não sei se são aqueles cookies com o centro mais macio... Mandei um e-mail para a dona do blog, perguntando isso. E que surpresa boa foi!
Ela respondeu super educadamente, feliz por suas receitas estarem sendo feitas ao redor do mundo.
Contou que faz esses cookies dos dois jeitos: assando mais tempo para que eles fiquem totalmente crocantes ou tirando antes doforno, para que fiquem crocantes nas beiradinhas e macios no centro.

A minha foto ficou ruim - cliquem aqui e vejam que lindos os cookies originais.

Haalo, thank you for sharing this recipe and also for the lovely e-mail, I appreciate it!

UPDATE: refiz a receita e desta vez os cookies ficaram perfeitos - crocantes nas beiradas e macios no centro. Por isso, alterei a foto do post.

Cookies rendados de chocolate

100g de chocolate amargo - usei meio-amargo
80g de manteiga, em temperatura ambiente, cortada em cubinhos
220g de açúcar refinado
1 ovo, levemente batido
150g de farinha de trigo
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
2 colheres (sopa) de cacau em pó, peneirado - usei chocolate em pó, pois não tinha cacau em casa
40g de açúcar de confeiteiro, peneirado

Peneire a farinha com o bicarbonato; reserve.
Em uma panelinha, derreta o chocolate e a manteiga em fogo baixo, mexendo. Quando derreter completamente, despeje a mistura numa tigela média.
Acrescente o açúcar refinado, o ovo, a farinha com bicarbonato e o cacau. Misture bem para unir todos os ingredientes e formar uma massa uniforme. Cubra e leve à geladeira por 15 minutos (ou até firme o bastante para você enrolar).
Pré-aqueça o forno a 180ºC.Pegue porções pequenas de massa - equivalentes a 1 colher (sopa) - e molde bolinhas. Usei a minha balancinha e fiz bolinhas de 15g cada. Depois, passe-as generosamente pelo açúcar de confeiteiro - quanto mais açúcar vc grudar nas bolinhas, mais rachadinhos os biscoitos ficarão.
Coloque-as em formas (eu forrei as minhas com papel manteiga, ficou fácil desenformar os cookies) com espaço para que espalhem. Asse por 15 minutos ou até que estejam firmes.
Depois de frios, retire os cookies das formas.

Rend.: 38 cookies de 15g cada.

segunda-feira, outubro 23, 2006

Sem receita desta vez

Esse video me fez querer escrever algo além de receita.

É claro que muitas de nós já sabemos que essas mulheres todas são photoshopadas até a medula, blá, blá, blá, mas ver assim é outra coisa.
Penso muito em todos os milhões de complexos que tive na adolescência e nas guerras que ainda travo comigo, mas o meu maior medo é pela minha irmãzinha. Ela tem 13 anos e é linda, linda, linda, tem um jeito que é só dela, uma mente danada e veloz. E quero que ela se sinta assim, linda, que saiba o valor imenso que tem. Não quero que ela veja uma foto numa revista e pense que não é nem 10% daquilo - e que só será "alguém" se for daquele jeito, se seguir aquele padrão.

Vejo as Nicoles Ritchies e Kates Bosworths da vida e me pergunto se o pai ou a mãe ou alguém da família não vê o que está acontecendo. Sinceramente, acho grotesco.

Creio que quase todas nós gostaríamos de mudar algo em nossa aparência, melhorar uma coisinha ou outra. Eu queria ter a voz da Annie Lennox (e 5kg a menos).
E se é para admirar alguma "famosa", fico com a Kate Winslet - além de bonita, é extremamente talentosa.

Esqueletos ambulantes?? Não, muito obrigada.

Pãezinhos de parmesão

Fiz um macarrão rápido ontem para o almoço (repeti essa receita) e ralei parmesão além da conta. Não gosto de guardá-lo já ralado pois acho que resseca demais.
Para usar o queijinho, então, lembrei-me desta receita que estava havia tempos na to do list.

A massa é extremamente macia e gostosa de manusear.
Saídos do forno, com um pouquinho de manteiga (Aviação, salgadinha), ficaram bárbaros. Mas hoje, mesmo aquecendo-os, não achei mais tão saborosos assim.

Se a sua família for grande, não vai sobrar para o outro dia. :D

Pãezinhos de parmesão

525g de farinha de trigo (mais se necessário)
10g de fermento biológico seco - preferi usar o fresco (30g / 2 tabletinhos)
2 colheres (chá) de sal
320ml de água morna
50g de parmesão ralado na hora (no ralo fino)
azeite de oliva - cerca de 3 colheres (sopa)

Na tigela da batedeira, misture a farinha, o fermento e o sal (eu deixei para acrescentar o sal junto com a água). Acrescente a água morna e mexa com uma colher de pau. Junte 25g do queijo e comece a bater na batedeira, usando os batedores para massas pesadas, na velocidade mais baixa. Vá passando os batedores pelas beiradas da tigela e pressione-os levemente ao fundo, pois assim todas as migalhinhas de farinha vão grudando na massa e formando uma coisa só.
Quando a massa se desgrudar das paredes da tigela (o cheirinho do fermento fica mais forte), coloque em velocidade máxima e bata por 12 a 15 minutos, ou até a massa ficar mais elástica e macia (bati por 10 minutos, mais ou menos). Você pode acrescentar mais farinha se achar a massa muito grudenta (não fiz isso).
Jogue a massa numa superfície levemente enfarinhada e sove algumas vezes; forme uma bola, coloque-a numa tigela untada com azeite e vire-a para que todos os lados fiquem untados. Cubra e deixe crescer por 1 hora.

Unte uma forma redonda de 22cm com azeite de oliva (não tenho forma deste diâmetro, usei uma de 25cm, por isso a distribuição dos meus pãezinhos está diferente do que diz a receita).

Dê um soquinho na massa e sove mais algumas vezes. Divida-a em 12 porções e forme bolinhas - aqui, pesei a massa inteira e tinha 900g; então, fiz 12 bolinhas de 75g cada.
A receita manda passar cada bolinha no parmesão restante, mas o queijo não grudava. Então pincelei a superfície de cada bolinha com azeite de oliva e daí passei no queijo. O queijo que sobrar (se sobrar) deve ser polvilhado por cima das bolinhas já dentro da forma.
Vá arrumando as bolinhas na forma, colocando uma do lado da outra, 9 rentes à beirada e 3 no centro. Deixe crescer por mais 30-40 minutos; pré-aqueça o forno a 220ºC.

Com uma gilete ou faca afiada, faça um corte em cima de cada bolinha (esqueci essa parte).
Asse por 10 minutos, depois reduza a temperatura para 190ºC e asse até que esteja dourado e crocante, 20 a 30 minutos. Desenforme quente, se quiser.

Rend.: 12 pãezinhos de 75g cada.

sexta-feira, outubro 20, 2006

Bolo de iogurte com framboesas

Depois das blueberries, vêm as raspberries... ;D

Xeretando no freezer do Extra (o João diz que eu adoro um mercado), vi que lá também tinha blueberries congelados e não só isso! Amoras e framboesas também, eba!

Fiquei pesquisando receitas com as framboesas (amo) e vi várias sobremesas bacanas, tortas, mas no final das contas resolvi fazer um bolo que estava guardadinho na minha to do list havia meses. A receita é essa, um bolo de iogurte com extrato de amêndoas. Fiz a massa e antes de colocar no forno joguei as framboesas por cima (como fiz com as blueberries neste bolo).
Só que a massa é bem firme e tive que afundar as frutinhas com uma colher.

Não contava com o fato de ter apenas 1 copinho de iogurte em casa. Usei o copinho (180g) e acrescentei 50ml de leite semidesnatado. Achei a textura da massa boa e por isso não coloquei mais leite.

No forno, começou o meu pânico: a massa crescia só bem rente à forma, e o centro, nada. "Fiz besteira colocando as frutinhas!", pensei, junto com outras palavras impublicáveis aqui. Ele dourou e cresceu, mas o centro continuava mole (dou um soquinho de leve no forno pra ver se balança). Baixei a temperatura do forno, ainda preocupada. Demorou 1 hora para assar, mas deu super certo no final. :D :D :D :D

A combinação de sabores é maravilhosa. O docinho do bolo com o azedinho das framboesas... Delícia.

Bolo de iogurte com framboesas

280g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
200g de açúcar
1 ovo grande
80g de manteiga
240ml de iogurte natural - usei 180g de iogurte + 50ml de leite.
1 colher (chá) de extrato de amêndoas - usei essência
100g de framboesas congeladas

Pré-aqueça o forno a 175ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 22cm (usei uma de 20cm pois a dona da receita disse que podia, avisando que o tempo de forno seria maior).
Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal.
Bata o açúcar com a manteiga até virar um creme. Adicione o ovo e bata bem. Misture o iogurte e o extrato de amêndoa até ficar uma massa com aparência sedosa.
Junte os ingredientes secos e misture (não em excesso).
Coloque a massa na forma e jogue as framboesas por cima (afunde-as na massa com uma colher ou garfo).
Asse por 30-35 minutos e faça o teste do palito.

segunda-feira, outubro 16, 2006

Pão de canela reloaded

Sempre gosto de fazer receitas novas, experimentar. Mas há algumas delas que me conquistam de um jeito tão arrebatador que, enquanto provo o resultado, me pego pensando em quando vou fazer aquela receita novamente. Esse pão de canela é uma delas. Uma massa tão macia, gostosa de pegar, que cresce bastante e rende pães macios e fofinhos. Tinha que fazer de novo.

Fiz a mesma receita da outra vez, dividi a massa em duas partes e com uma delas fiz um pão grande (450g), recheado de canela, para levar para a minha sogra.
Com a outra metade, fiz 9 pãezinhos pequenos (média de 65g cada), e, na hora de abrir a massa, espalhei gotas de chocolate antes de colocar o recheio. Depois, procedi da mesma forma.

Seguindo uma dica da Valentina, pincelei os pãezinhos com leite antes de assar (vcs sabem que não gosto de pincelar com gema) e eles ficaram com uma cor ótima! A foto não faz jus, infelizmente, mas os danados ficaram douradinhos.

Use as mesmas quantidades postadas aqui, dobre a quantidade de recheio e acrescente 90g de gotas de chocolate.

terça-feira, outubro 10, 2006

Brioches com gotas de chocolate

Estava de olho nesta receita havia um tempão, mas queria fazê-la com as gotas de chocolate meio-amargo (que não encontro em qualquer lugar). Pedi ao João para comprá-las para mim ontem (a hora em que chego perto de casa, depois de 1 hora e meia no trânsito, não tem mais nenhum lugar aberto).

A marca é Arcor e o sabor das gotinhas é bom! Amarguinhas, gostei bastante. Foi a primeira vez que usei e não vou querer mais saber de outras. Sei que há também as gotas ao leite e brancas, do mesmo fabricante.

A massa não é nada trabalhosa, cresce bem e ainda por cima pude estrear os meus batedores para massas mais pesadas (aqueles em formato de mola). Os brioches ficaram gostosos, mas da próxima vez colocarei 1 colher (sopa) de açúcar a mais - ou então usarei gotinhas de chocolate ao leite.
Comi um ontem, recém-saído do forno, e o chocolate derretido combina perfeitamente com a textura macia e leve dos pãezinhos...

Se não quiser usar forminhas de papel, use formas de metal bem untadas.

Brioches com gotas de chocolate

Esponja:
2 colheres (chá) de fermento seco
3 colheres (sopa) de água morna
3 colheres (sopa) de farinha de trigo

Massa:
245g de farinha de trigo (um pouco mais de necessário)
3 colheres (sopa) de açúcar
1/4 colher (chá) de sal
1 ovo
80ml de leite morno
57g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
85g de gotas de chocolate meio-amargo
1 gema, levemente batida com 1 colher (chá) de água para pincelar - não usei

Para fazer a esponja, dissolva o fermento na água (vai ficar uma pasta). Acrescente a farinha, misture, cubra com um plástico e deixe descansar por 10 minutos (você vai obter uma mistura que parecerá um espuminha).

Na tigela da batedeira, misture a farinha, o açúcar e o sal. Usando os batedores para massas, comece a bater em velocidade baixa e acrescente o ovo e o leite. Aumente para a velocidade média e bata por 5 minutos. Adicione a manteiga e bata por mais 5 minutos. Desligue a batedeira, junte a esponja e bata (ainda em velocidade média) até que a massa fique elástica (de 5 a 7 minutos) e acrescente mais farinha se necessário - precisei de 1 colher (chá) apenas.
Cubra a tigela com um pano (coloquei plástico e depois o pano de prato) e deixe crescer por aprox. 1 hora (cresce bastante).
Prepare as forminhas e reserve.
Dê um soquinho na massa, transfira-a para uma superfície levemente polvilhada com farinha de trigo e sove delicadamente, acrescentando as gotas de chocolate.


Separe porções de massa e faça bolinhas, colocando-as nas forminhas. Minhas bolinhas tinham 50g cada.Deixe crescer novamente por 45 minutos (já eram 10 da noite, então deixei só 30 minutos).
Pré-aqueça o forno a 205ºC, pincele os brioches com a gema batida e asse por 20-25 minutos, até dourarem.
Se você usar forminhas de metal, desenforme os pãezinhos imediatamente após retirá-los do forno.

Rend.: 13 unidades de 50g.

segunda-feira, outubro 09, 2006

Bolo de limão siciliano e blueberries

Gosto de cozinhar (quase) tudo. Ultimamente, tenho tido uma quedinha por pães e muffins. O que é ótimo, pois posso trazê-los para o trabalho e tapear aquela fominha que bate entre o café da manhã (sempre tomado às pressas) e o almoço.
Mas, de vez em quando, bate a vontade de fazer um bolo (como aconteceu neste dia).

Delícia de bolo. A combinação de amêndoas, limão e as blueberries é divina.

O único porém foi as berries terem ficado no fundo do bolo... Não achei que deveria polvilhá-las com farinha (como faço com gotas de chocolate ou nozes, por exemplo, em outras receitas) porque estavam congeladas - imagnei que a farinha viraria uma massa em contato com a umidade das frutinhas. A Valentina (de quem peguei a receita) me explicou que devo, sim, envolver as berries em farinha para que elas fiquem uniformemente distribuídas na massa do bolo, mesmo estando congeladas.

Só alterei o momento de acrescentar a baunilha - como uso essência, que é mais fraquinha, se levá-la ao fogo ela evapora e o sabor some junto.

Além do sabor maravilhoso, o modo de preparar do bolo também é diferente e interessante. Recomendo muito.

Bolo de limão siciliano e blueberries

125g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó peneirado
83g de amêndoas moídas
185g de manteiga sem sal
225g de açúcar
60ml de sumo de limão siciliano
2 colheres de chá de extrato de baunilha
2 ovos
120g de blueberries

Unte e forre o fundo de uma forma redonda de 20cm com papel manteiga. Unte o papel e polvilha a forma toda com farinha de trigo. Reserve.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Peneire a farinha e o fermento numa tigela. Acrescente as amêndoas moídas. Numa panela, coloque a manteiga em pedaços médios, o açúcar, o sumo de limão e leve ao fogo baixo, mexendo bem até que a manteiga derreta toda e o açúcar se dissolva. Retire do fogo, acrescente a baunilha e vá derramando aos poucos na mistura com a farinha, mexendo sempre para que a mistura fique bem homogênea. Acrescente os ovos um por um, mexendo bem após cada adição. Derrame a mistura na forma e espalhe o mirtilo por cima. Leve ao forno por 40 minutos.
Retire e deixe esfriar na forma por 10 minutos antes de desenformar.
Você pode servir com chantilly ou com iogurte natural.

sexta-feira, outubro 06, 2006

Muffins de blueberry (mirtilo)

Havia tempo que eu queria experimentar muffins de blueberry. Porque aparecem em tantos lugares. A impressão que tenho é que sempre que muffins são citados são blueberry muffins ou choc chip muffins. Posso estar falando uma bobagem enorme aqui pois não tenho vivência fora do Brasil (infelizmente - elevado à décima quinta potência).

Graças a uma dica da Karen, encontrei mirtilos (blueberries) congelados no Pão de Açúcar. Usei para fazer outra receita deliciosa e sobrou bastante. Daí pensei logo nos muffins.

As receitas que eu tinha em mente levavam sour cream, coalhada ou iogurte. Mas a minha geladeira estava um deserto e procurei uma outra que levasse leite. Usei essa aqui.
Gosto bastante do site Williams-Sonoma. As fotos são bonitas e as receitas parecem deliciosas!

Ficaram macios, mas não deveria ter usado canela (e olha que sou doida por canela). Acho que o sabor dos mirtilos deve brilhar sozinho, sem concorrência.
Quero fazer outra receita qualquer hora - vou escolher uma das que levam iogurte ou coalhada, gosto da textura que eles dão aos bolos e pães.

Ficaram branquelinhos, né? :(

Ah, tenho uma perguntinha para vocês que me lêem: será que posso trocar uma parte da farinha por farinha de aveia?

Muffins de blueberry (mirtilo)

280g de farinha de trigo
135g de açúcar
2 1/2 colheres (chá) de fermento em pó
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de canela em pó
240ml de leite - usei semidesnatado
115g de manteiga derretida, fria
2 ovos
150g de blueberries

Pré-aqueça o forno a 205ºC. Prepare 16 forminhas de muffin.
Em uma tigela, peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e a canela. Junte o açúcar. Reserve.Em outra tigela ou numa jarrinha, misture o leite, a manteiga e os ovos. Despeje sobre os ingredientes secos e misture rapidamente, usando um garfo. A massa fica meio irregular. Adicione os mirtilos, misture levemente e coloque a massa nas forminhas. Asse por 20 minutos aproximadamente (faça o teste do palito se preferir).

Rend.: 16 muffins (consegui 15)

quinta-feira, outubro 05, 2006

Pão recheado de banana

Depois de tanto tempo ausente, será que minhas queridas leitoras ainda me visitarão?

Levei um tombo no trabalho semana passada e o resultado foram contusões nos braços, ombros e pernas, além de uma costela trincada. :S
A receita que vou postar hoje é de um pãozinho que fiz há bastante tempo.

O pão leva um pouquinho só de farinha integral e açúcar mascavo no lugar do refinado, por isso a cor dele ficou tão bonita. A textura é macia e fofinha, e o aroma da banana assada dá água na boca!
Sempre gosto de colocar o rendimento das minhas receitinhas, mas esqueci de pesar o pão antes de comer alguns (vários?) pedaços - se ajudar em alguma coisa, usei uma forma de pudim de 20cm de diâmetro.

Fiz meia receita (mas vou postar igual à do site) pois só tinha uma banana em casa. Cortei em rodelinhas bem finas, para render mais (pobreeeeeeeza....)
Ah, não coloquei passas porque não gosto. Como vocês já sabem, não sou muito fã de pincelar pães com ovo, então pulei essa etapa.
Quero repetir esta receita e fazer direitinho, usando mais recheio da próxima vez. Quem sabe substituindo as passas por nozes??

Pão recheado de banana

Massa:
420g de farinha de trigo
60g de farinha de trigo integral
1 colher (chá) de sal
240ml de leite
1 tablete (15g) de fermento biológico
70g de açúcar mascavo
60g de manteiga
1 ovo para pincelar

Recheio:
3 bananas-nanicas grandes picadas em rodelas
2 colheres (sopa) de suco de limão
1/2 xícara (chá) de uva passa

Massa: peneire os dois tipos de farinha com o sal e reserve. Numa panela, amorne o leite. Despeje-o numa tigela, junte o fermento biológico e o açúcar e misture até dissolver o fermento. Junte 120g de farinha de trigo e misture até ficar homogêneo. Cubra a tigela com o filme plástico e deixe descansar, em local aquecido, por 40 minutos, ou até dobrar de volume.
Depois disso, adicione 50g de manteiga amolecida e misture. Incorpore, aos poucos, o restante da farinha de trigo, amassando bem. Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e sove por 5 minutos, ou até ficar lisa, desgrudar das mãos e formar bolhas. Coloque a massa novamente na tigela e cubra com filme plástico. Deixe crescer, em local aquecido, por 40 minutos, ou até dobrar de volume.

Recheio: coloque em uma tigela as bananas, regue-as com o suco de limão e deixe descansar por 10 minutos. Em seguida, escorra o suco de limão e reserve as bananas.
Montagem: coloque a massa em uma superfície enfarinhada, abra-a com um cilindro no formato de um retângulo (38cm X 42cm) e distribua a banana e a uva passa. Enrole a massa como um rocambole e corte em rodelas de 6cm de largura. Com a manteiga restante, unte uma assadeira redonda com furo no meio de 25 cm de diâmetro e polvilhe farinha de trigo. Disponha as rodelas da massa uma do lado da outra, formando um círculo. Reserve.
Bata rapidamente o ovo numa tigela e pincele a massa. Deixe crescer, em local aquecido, por mais 30 minutos. Cerca de 10 minutos antes de assar, ligue o forno à temperatura média.
Leve o pão ao forno por 30 minutos, ou até assar e dourar.
Related Posts with Thumbnails