Saturday, July 04, 2015

Cookies de aveia, laranja e gengibre e Saul Goodman

English version

Oat, orange and ginger cookies / Cookies de aveia, laranja e gengibre

Sei que ninguém gosta de ficar doente e não sou exceção: não sei se é um resfriado forte ou uma gripe, mas estou de cama desde ontem, deitada na BR mesmo – tinha mil planos para o final de semana, os quais infelizmente tive de abandonar (como fazer hambúrguer para o almoço de novo, incluindo o pão) e substituir por ver TV entre cochilos (todos os remédios que estou tomando me deixam grogue de sono).

Peguei “Better Call Saul” para continuar a ver (só tinha assistido ao piloto), mas não sei se vou continuar: tinha gostado do primeiro episódio, mas os três seguintes achei fracos – talvez eu esteja esperando demais da série por conta do meu amor por “Breaking Bad”, e por Saul ser um dos meus personagens favoritos (Bob Odenkirk o interpreta perfeitamente). Vocês já viram o seriado? Gostaram?

Além dos hambúrgueres, eu queria fazer biscoitos, também, mas isso não vai mesmo acontecer – vou voltar pra cama (tá um frio danado aqui em SP), mas lhes deixo estes cookies gostosos e fáceis de fazer cuja receita nem pede batedeira. Os biscoitos tem um cheiro maravilhoso por causa da laranja e do gengibre e como eles são cheios de aveia os considero um bom lanchinho para matar a fome entre as principais refeições do dia.

Cookies de aveia, laranja e gengibre
adaptados da sempre ótima revista Donna Hay

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara (130g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
¼ xícara (50g) de açúcar cristal
raspas da casca de 1 laranja grande
2 xícaras (180g) de aveia em flocos
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de gengibre em pó
1 pitada de sal
1/3 xícara + 1 colher (sopa) - 90g - de manteiga sem sal, derretida e fria – meça, depois derreta
1 ovo
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Preaqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes e rasas com papel manteiga.
Em uma tigela grande, misture os açúcares e as raspas de casca de laranja e esfregue com as pontas dos dedos até os açúcares estarem aromatizados. Junte a aveia, a farinha de trigo, o gengibre e o sal e misture. Acrescente a manteiga, o ovo e a baunilha e misture até incorporar.

Faça bolinhas com 2 colheres (sopa) niveladas de massa por biscoito e coloque-as as assadeiras preparadas deixando 5cm de distância entre elas. Asse por cerca de 12 minutos ou até que dourem nas extremidades. Deixe esfriar nas assadeiras sobre uma gradinha por 5 minutos e então deslize o papel com os biscoitos para a gradinha e deixe esfriar completamente.

Rend.: cerca de 30 unidades

Tuesday, June 30, 2015

Focaccia de queijo e cebola caramelizada e o excelente "Bloodline"

English version

Caramelized onion and cheese focaccia / Focaccia de queijo e cebola caramelizada

Agora que eu trouxe o meu marido para o lado negro da força – o lado dos viciados em seriados de TV – ele fica me perguntando o que veremos em seguida: adoro, acho um barato e espero que ele continue assim. :)

Terminamos a primeira temporada de “The Americans” e enquanto o Netflix ainda não traz mais episódios – mal posso esperar! – eu sugeri que víssemos “Bloodline” por causa do elenco incrível e porque Ben Mendelsohn me impressionara muito no ótimo “Reino Animal”. Uma leitora (obrigada, Andreza!) me dissera que o seriado era excelente e ela estava certa: é bem escrito, bem dirigido e no quesito atuações também não fica nada a dever – meu marido também adorou e conforme íamos vendo os episódios as coisas iam ficando mais e mais interessantes, ao ponto de meu marido dizer que esperava que houvesse uma segunda temporada (boa notícia: haverá, sim). \0/

Se vocês gostam de dramas como aqueles sobre os quais geralmente escrevo aqui no blog recomendo fortemente “Bloodline”, e se vocês gostam de fazer pães e gostam de algo gostoso para beliscar acompanhando uma taça de espumante geladinho ou uma cerveja corram para a cozinha e preparem esta focaccia: não é difícil de fazer e fica uma delícia!

Focaccia de queijo e cebola caramelizada
um nadinha adaptada do delicioso e lindo Home Baked Comfort (Williams-Sonoma) (revised): Featuring Mouthwatering Recipes and Tales of the Sweet Life with Favorites from Bakers Across the Country

- xícara medidora de 240ml

Massa:
2 ¼ colheres (chá) - 7g - de fermento biológico seco
1 colher (chá) de açúcar cristal
1 xícara (240ml) de água morna
3 1/3 xícaras (465g) de farinha de trigo comum
¼ xícara (60ml) de azeite de oliva
1 colher (chá) rasa de sal
150g de queijo gruyere ralado no ralador grosso

Cobertura:
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 cebolas grandes, cortadas em meias-luas fininhas
1 colher (chá) de açúcar cristal
sal

Na tigela da batedeira planetária, dissolva o fermento e o açúcar na água morna. Reserve até espumar, uns 5 minutos. Junte a farinha, o azeite, o sal e o queijo. Com o batedor para massas pesadas (o de gancho na Kitchen Aid), bata a massa até que ela fique lisa e elástica, cerca de 10 minutos. Faça uma bola com a massa e transfira para uma tigela grande levemente pincelada com azeite, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar livre de correntes de ar até que dobre de volume, cerca de 1 hora.

Enquanto isso, prepare as cebolas: aqueça 1 colher (sopa) do azeite em uma frigideira grande em fogo médio-baixo. Junte as cebolas e refogue até que elas comecem a murchar, cerca de 3 minutos. Acrescente o açúcar e 1 pitada de sal e continue refogando até que as cebolas fiquem bem douradas e caramelizem, cerca de 20 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar.

Unte uma assadeira rasa com 1 ½ colheres (sopa) do azeite. Vire a massa sobre o azeite e, usando as mãos, formate-a em um retângulo de aproximadamente 20x30cm. Cubra frouxamente com um pano de prato limpo e seco e deixe crescer novamente em um lugar morninho até que cresça levemente, cerca de 1 hora.

Preaqueça o forno a 220°C – você vai assar a focaccia no centro do forno. Faça furinhos na focaccia com as pontas dos dedos e pincele gentilmente com o restante do azeite. Arrume a cebola sobre a focaccia e asse por aproximadamente 20 minutos ou até que fique dourada. Corte em quadrados e sirva quente/morna.

Rend.: 1 focaccia grande (rende 6-8 porções)

Friday, June 26, 2015

Bolo de amêndoa com calda e mais notícia ruim da TV

English version

Almond syrup cake / Bolo de amêndoa com calda

Acho que falei cedo demais, gente – dias atrás soube que outro seriado favorito foi cancelado. :(

Pelo menos eu não sou a única a ficar triste com a notícia e assim como eu muitos outros esperam que “Hannibal” seja salvo pelo Netflix ou outro canal – esperamos que dê certo, não, meninos? ;)

Adoro “Hannibal” desde o começoe tem como não amar? – e posso até estar um pouco atrasada nos episódios por causa de outros bons seriados que me pegaram de jeito nos últimos tempos, mas a série ainda é uma das minhas grandes favoritas, uma das melhores que já vi, apesar de eu entender que ela é explícita demais para muita gente - eu não ligo pro tanto de sangue y otras cositas más exibidos nos episódios, pois creio que neste caso eles são absolutamente necessários para a história sendo contada e não estão lá somente para chocar.

Há tempos não faço nada de gostoso por aqui (o que é uma pena), mas fiz este bolo semanas atrás e aqui ele está: sei que posso ser um pouco repetitiva demais quando o assunto é bolo de amêndoa – ou seriados! ;) – mas este aqui é mesmo especial: é delicioso e se sobrar caldinha depois de o bolo acabar ela fica ótima sobre panquequinhas americanas ou waffles.

Almond syrup cake / Bolo de amêndoa com calda

Bolo de amêndoa com calda
um nadinha adaptado da sempre incrível revista Donna Hay

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
3 ovos
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1 ¼ xícaras (125g) de farinha de amêndoa
1/3 xícara (75g) de manteiga sem sal, derretida e fria – meça, depois derreta
raspas da casca de 1 limão taiti
2 colheres (sopa) de Amaretto
½ xícara (60g) de amêndoas em lâminas

Calda:
1 xícara (240ml) de água
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara (60ml) de Amaretto

Preaqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma redonda de 20cm, forre o fundo com um círculo de papel manteiga e unte-o também.

Bolo: coloque os ovos, o açúcar e a baunilha na batedeira e bata por uns 8 minutos ou até que a mistura triplique de volume, ficando uma espuma clarinha e espessa. Com uma espátula de silicone, incorpore gentilmente a farinha de trigo, o fermento o sal, a farinha de amêndoa, a manteiga, as raspas de limão e o Amaretto, misturando de baixo para cima (com jeitinho para não perder o ar incorporado aos ovos). Despeje a massa na forma preparada e alise a superfície. Espalhe as amêndoas em lâminas sobre a massa. Asse o bolo por 35-40 minutos ou até que ele cresça e doure (faça o teste do palito).

Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha e prepare a calda: em uma panelinha, misture a água, o açúcar, a baunilha e o Amaretto e leve ao fogo médio, mexendo até dissolver o açúcar. Ferva por 10 minutos em fogo médio ou até que a calda reduza e engrosse. Despeje ¾ da calda sobre o bolo, aos poucos, esperando que cada porção seja absorvida pelo bolo antes de despejar mais. Deixe esfriar completamente antes de desenformar.

Sirva o bolo com a calda restante à parte.

Rend.: 8-10 porções

Sunday, June 21, 2015

Primeiro workshop Technicolor Kitchen - Aula de Biscoitos Variados

Workshop de biscoitos variados

Hoje tenho uma novidade para vocês: em agosto farei meu primeiro workshop e o tema escolhido foi biscoitos variados! Faremos em aula diferentes tipos de massas para o uso de diferentes técnicas. Mais detalhes abaixo:

Workshop de biscoitos variados
Data: 29 de agosto (sábado), das 13:30hs às 17:30hs, no Espaço Chocolatria (Moema, São Paulo)

• Diferentes tipos de biscoitos usando diferentes técnicas
• Como preparar cada uma das massas, moldá-las e assá-las para os melhores resultados
• Como variar as receitas
• Como conservar seus biscoitos para que eles fiquem gostosos por mais tempo

Duração do Workshop: 4 horas
7 vagas
Investimento:
300,00 por pessoa

Informações e reserva de vagas pelo email: patricia.scarpin@gmail.com

Vejo vocês lá!

Thursday, June 18, 2015

Barrinhas congo com doce de leite

English version

Dulce de leche swirl congo bars / Barrinhas congo com doce de leite

Há vezes em que compro livros de receita e espero ansiosamente que eles cheguem pelo correio, e quando isso acontece fico folheando-os de ponta a ponta repetidas vezes, sem ideia do que escolher para fazer primeiro – sei que parece estupidez, mas é o que acontece por aqui.

Daí demoro séculos para voltar àquele livro, não por não ter gostado dele e sim porque várias outras receitas me chamaram a atenção nesse meio tempo. De repente dou de cara com o livro enquanto procuro por alguma outra coisa e levo-o comigo de volta para o sofá, para começar a folheá-lo novamente de uma ponta à outra até encontrar algo que me faça correr para a cozinha.

Fiz estas barrinhas há muito tempo, depois de preparar as deliciosas barrinhas de coco e pecã do mesmo livro, mas não as postei aqui – elas ficaram saborosas e foram um sucesso com os meus colegas de escritório da época, porém tempos atrás resolvi fazer a linha “saudável” com os meus docinhos e achei que barrinhas cheias de pecãs, chocolate e doce de leite eram um pouquinho demais. Enquanto procurava uma determinada foto no pen drive encontrei esta aí de cima e achei que seria um desperdício não compartilhar a receita aqui com vocês – afinal de contas, comer uma barrinha destas bem de vez em quando não é nenhum crime.

Enquanto vocês leem a receita vou ali até a estante pegar o livro da Nancy Baggett e escolher uma coisinha gostosa para o final de semana. ;)

Barrinhas congo com doce de leite
um nadinha adaptadas do delicioso Simply Sensational Cookies

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, picada
1 ¼ xícaras (215g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
1 ½ colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
3 ovos grandes, temperatura ambiente
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
1 xícara (110g) de pecãs, picadas – meça, depois pique
1 xícara (165g) de gotas de chocolate amargo – usei um com 53% de cacau
1 xícara de doce de leite

Preaqueça o forno a 180°C – você vai assar as barrinhas no centro do forno. Unte com manteiga uma forma retangular de metal de 22x32cm, forre-a com papel alumínio deixando sobras em dois lados opostos e unte-o com manteiga também – eu usei uma forma de 20x30cm.

Em uma panela grande, derreta a manteiga em fogo médio, mexendo até derreter completamente. Retire do fogo e deixe amornar. Junte o açúcar, o fermento, o sal e a baunilha e misture até incorporar bem. Junte os ovos, um a um, misturando vigorosamente a cada adição. Junte a farinha e misture somente até incorporar. Com uma espátula de silicone e misturando gentilmente de baixo para cima, incorpore as pecãs e o chocolate.

Espalhe metade da massa na forma preparada. Espalhe colheradas do doce de leite sobre toda a massa. Espalhe o restante da massa sobre o doce, colocando às colheradas. Com uma faquinha sem ponta, marmorize a massa e o doce de leite, mas sem misturar demais.
Asse por 25-30 minutos ou até dourar bem no topo (faça o teste do palito – ele deve sair limpo). Deixe esfriar completamente na forma sobre uma gradinha. Corte em barrinhas.

Rend.: 18 unidades

Related Posts with Thumbnails