Friday, January 30, 2015

Amanteigados de coco e o fantástico "Birdman"

English version

Coconuttiest shortbread cookies / Amanteigados de coco

Às vezes tenho a impressão de que coco desperta opiniões fortes da mesma forma que coentro: as pessoas amam ou odeiam.

Parece que o mesmo está acontecendo com “Birdman” e eu faço parte do grupo que amou o filme: achei sensacional, intrigante, interessante, criativo, com atuações fantásticas – nunca imaginei que Michael Keaton fosse tão bom! Saí do cinema cheia de admiração pelo filme do Sr. Iñarritu – o jeito como ele move a câmera é de uma beleza ímpar (lembrei do quão lindamente Spielberg move a câmera em “Munique”). E como fiz ano passado com as mulheres, estou virando a casaca: sinto muito, Steve querido, mas quero que o Oscar vá para as mãos de Michael. :)

Quanto ao coco, também faço parte do grupo que ama, por isso, quando vi esta receita no Food52 fiquei doida para experimentar: coco de duas maneiras – farinha e óleo – em amanteigados. Os biscoitinhos ficaram deliciosos e tem uma textura incrível, bem amanteigada mesmo, por isso cuidado na hora de armazená-los (isso se sobrar alguma coisa – eu não parei de comer os meus desde que os tirei do forno). :D

Amanteigados de coco
do ótimo Food52

- xícara medidora de 240ml

2 xícaras (280g) de farinha de trigo
¼ xícara (25g) de farinha de coco
¼ xícara (35g) de açúcar de confeiteiro
1/8 colher (chá) de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
½ xícara (120ml) de óleo de coco, temperatura ambiente
½ xícara (100g) de açúcar cristal
2 gemas
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Em uma tigela pequena, misture com um batedor de arame a farinha de trigo, a farinha de coco, o açúcar de confeiteiro e o sal. Reserve.

Na tigela da batedeira, junte a manteiga e o óleo de coco. Bata em velocidade média por 2-3 minutos ou até que os ingredientes estejam combinados. Raspe as laterais da tigela. Ainda em velocidade média, acrescente o açúcar em fio e bata por 2 minutos. Raspe novamente a tigela. Acrescente as gemas, uma a uma, batendo bem e raspando as laterais da tigela depois de cada adição. Junte a baunilha e então bata a mistura por mais dois minutos ou até que ela fique um creme esbranquiçado e de aparência sedosa. Desligue a batedeira, junte os ingredientes secos e então bata na velocidade mais baixa possível, somente até que uma massa comece a se formar.

Divida a massa em duas partes iguais e coloque cada metade em um pedaço grande de papel manteiga; forme um cilindro de aproximadamente 3,5cm de diâmetro com a massa, fechando-a dentro do papel manteiga usando uma régua – como a Martha faz aqui. Feche as pontas e leve ao freezer até firmar bem.

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes com papel manteiga. Desembrulhe um dos cilindros de massa (mantenha o outro no freezer). Corte em fatias de 6mm e coloque-as nas assadeiras preparadas deixando um espaço de 2,5cm entre uma e outra. Asse por 15-20 minutos ou até que os biscoitos estejam firmes e uniformemente dourados na parte inferior. Deixe esfriar nas assadeiras sobre gradinhas por 5 minutos e então deslize o papel com os biscoitos para a gradinha e deixe esfriar completamente. Repita o processo com o outro cilindro de massa.

Rend.: cerca de 50 unidades

Tuesday, January 27, 2015

Mini bolinhos de chocolate e avelã e "Foxcatcher"

English version

Chocolate hazelnut kisses / Mini bolinhos de avelã e chocolate

Semana passada pude finalmente ver o filme sobre o qual falei por quase um ano e cheguei à conclusão de que ele foi dirigido pela pessoa errada: Bennett Miller não sai de dentro do quadrado, dirigindo o filme de um jeito bem burocrático, quase no piloto automático, quando uma história tão surpreendente com atuações tão bacanas merecia alguém mais dedicado ao projeto.

Conforme ia vendo o filme, pensava em como ele teria sido maravilhoso nas mãos de Scorsese ou Fincher, ou até mesmo Cuarón.

Steve Carell, Mark Ruffalo e Channing Tatum estão bárbaros no filme e eu fiquei especialmente impressionada com o último: ele dá vida ao personagem com tamanha vontade, com tanta paixão e dedicação que ficou diferente de tudo que ele fizera antes, e apesar de eu achar Mark Ruffalo um baita ator acho que todas as indicações a prêmio de ator coadjuvante deveriam ter ido para Tatum.

Steve Carell está igualmente incrível, é como se fosse outra pessoa, graças não somente ao trabalho minucioso de maquiagem, mas também por ele fazer com que o espectador esqueça completamente de quem ele é – eu o adoro em qualquer coisa e acho que ele brilha muito em dramas (impossível não lembrar dele absolutamente sublime em “Pequena Miss Sunshine”). No dia 22 de fevereiro torcerei por ele, mesmo sabendo que Eddie Redmayne já conquistou todo mundo.

“Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo” é um filme bom, não ótimo, e considero um desperdício de uma história excelente e de atuações brilhantes. Não gosto de desperdício, nem no cinema e muito menos na minha cozinha, por isso fiz este mini bolinhos fofos para usar o restinho de farinha de avelã que estava para vencer – eles ficaram bem bonitinhos e também deliciosos.

Chocolate hazelnut kisses / Mini bolinhos de avelã e chocolate

Mini bolinhos de chocolate e avelã
um tiquinho adaptados daqui

Bolinhos:
120g de chocolate meio-amargo picadinho – usei um com 53% de cacau
100g de açúcar cristal
95g de manteiga sem sal, amolecida
3 ovos, claras e gemas separadas
100g de farinha de avelã
1 colher (chá) de café forte
1 colher (chá) de rum
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Ganache:
100g de chocolate amargo picadinho
50g de manteiga sem sal
24 avelãs inteiras, tostadas e sem a pele, para decorar

Preaqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma de mini muffins com 24 cavidades.

Bolinhos: derreta o chocolate em banho-maria (fogo baixo). Retire do fogo e deixe esfriar. Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro e fofo. Junte as gemas, batendo bem a cada adição. Acrescente o chocolate já frio e misture com uma espátula. Incorpore a farinha de avelã, o café, o rum e a baunilha.

Bata as claras até obter pontos suaves. Incorpore 1/3 delas à massa de chocolate, misturando bem. Incorpore o restante gentilmente, misturando com a espátula de baixo para cima. Divida a massa entre as cavidades da forma preparada e asse por 10-15 minutos ou até que os bolinhos cresçam (faça o teste do palito – este deve sair um pouquinho úmido). Deixe esfriar na forma por alguns minutos e então desenforme com bastante cuidado. Transfira para a gradinha e deixe esfriar completamente.

Ganache: derreta o chocolate e a manteiga juntos em banho-maria (fogo baixo). Deixe esfriar por alguns minutos para encorpar levemente. Espalhe um pouquinho de ganache sobre cada bolinho e decore com uma avelã.

Os bolinhos podem ser guardados em um recipiente hermético em temperatura ambiente por até 2 dias.

Rend.: 24 unidades

Friday, January 23, 2015

Bolinhos de lentilha

English version

Lentil patties / Bolinhos de lentilha

Quem leu o meu último post já sabe que quando eu gosto muito de alguma coisa a faço com bastante frequência, e isso não acontece só com doces, não: tenho meus favoritos salgados também, certos pratos aos quais recorro sempre.

Salada de lentilha é um destes pratos, especialmente em dias quentes, pois a salada fica ótima direto da geladeira e o sabor fica mais apurado ainda depois de uma noite dentro dela. Depois de alguns dias, entretanto, não queria fazer outra salada com as lentilhas cozidas que haviam sobrado – queria fazer algo completamente diferente com elas. Tia Martha veio me salvar e as lentilhas foram transformadas nestes bolinhos deliciosos.

Eu adorei os bolinhos, pois sou fã declarada de lentilhas e gosto delas em tudo, mas a surpresa do dia veio no comentário do meu marido: ele, que nunca gostou de lentilha na vida, me disse que estes bolinhos poderiam perfeitamente substituir a carne em um hambúrguer. Fiquei chocada – e bem feliz. :D

Bolinhos de lentilha
um tiquinho adaptadas da Martha Stewart

280g de lentilhas cozidas, escorridas e frias
½ colher (chá) de cominho em pó
½ colher (sopa) de azeite extra-virgem
1 colher (chá) de vinagre de vinho tinto
½ cebola, bem picadinha
2 ovos grandes, ligeiramente batidos com um garfo
1 xícara de farelo de pão – usei Panko
1 punhado de folhas de salsinha frescas, picadinhas
sal e pimento do reino moída na hora
azeite, para fritar

Misture as lentilhas, o cominho, o azeite e o vinagre em uma tigela grande. Junte a cebola, os ovos, o farelo de pão e a salsinha e tempere com sal e pimenta do reino. Transfira metade da mistura para o processador de alimentos e pulse até obter uma pasta. Misture a pasta aos ingredientes restantes na tigela até incorporar tudo. Molde bolinhos com a mistura, como se fossem hamburguinhos, usando 3 colheres (sopa) da mistura por bolinho.

Aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio-alto. Regue com 1 colher (chá) de azeite e gire a panela para que o azeite cubra todo o fundo. Frite os bolinhos (trabalhe em etapas, se for preciso) por cerca de 4 minutos de cada lado ou até dourarem bem.
Sirva com salada.

Rend.: cerca de 10 bolinhos

Wednesday, January 21, 2015

Bolo de amêndoa (com marzipã caseiro)

English version

Almond cake (with homemade marzipan) / Bolo de amêndoa (com marzipã caseiro)

Enquanto folheava alguns livros e revistas de receitas à procura de inspiração, pensei no quão atraída sou por receitas similares: não resisto a um brownie, faço biscoitos de aveia com bastante frequência e toda vez que vejo uma receita de bolo cítrico já marco na hora.

Talvez seja questão de gosto, ou de ter em casa sempre os mesmos ingredientes, e às vezes até digo a mim mesma que vou fazer algo diferente, mas acabo preparando um dos favoritos aí de cima.

Outra receita à qual não resisto? Bolo de amêndoa – eu provavelmente seria capaz de fazer um bolo de amêndoa toda semana se pudesse. A receita de hoje, além de saborosa, me foi bastante útil: no final do ano preparei marzipã para fazer uns cookies para a série de Natal (deste livro), mas os danados falharam miseravelmente e eu agora tinha de usar o marzipã logo.

Este bolo é fácil de fazer, úmido e absolutamente delicioso: quem é fã de bolo de amêndoa como eu tem de experimentar.

Bolo de amêndoa (com marzipã caseiro)
um nadinha adaptado do lindo e delicioso A La Grecque: Our Greek table

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (100g) de açúcar cristal
raspas da casca de 1 laranja
raspas da casca de 1 limão Taiti
250g de manteiga sem sal, temperatura ambiente
200g de marzipã picadinho – usei caseiro
4 ovos
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1/3 xícara (45g) de farinha de trigo
¼ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
½ xícara (60g) de amêndoas em lâminas

Preaqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma redonda de 20x7cm com fundo removível, forre o fundo com um círculo de papel manteiga e unte-o também.

Coloque o açúcar e as raspas de casca de laranja e limão na tigela da batedeira e esfregue-os com as pontas dos dedos até aromatizar o açúcar. Junte a manteiga e, usando a batedeira, bata até obter um creme claro e fofo. Junte o marzipã e bata bem para incorporá-lo.
Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte a baunilha. Peneire a farinha, o fermento e o sal sobre a massa e incorpore gentilmente com uma espátula de silicone, mexendo de baixo para cima. Espalhe a massa na forma e alise a superfície. Salpique com as amêndoas em lâminas e leve ao forno por cerca de 45 minutos ou até o bolo dourar (faça o teste do palito).
Deixe esfriar completamente na forma, sobre uma gradinha. Desenforme com cuidado e sirva.

Rend.: 8-10 porções

Monday, January 19, 2015

Almôndegas alla Norma

English version

Meatballs alla Norma / Almôndegas alla Norma

Como alguém que adora qualquer coisa relacionada a comida, adoro ler sobre o assunto, fazer e comer (claro!), mas também acho fascinante conversar sobre comida com diferentes pessoas e aprender do que gostam, do que não gostam e como seus gostos e paladares mudam com o tempo.

Tenho estas conversas com meu marido sempre, e ele me conta sobre a comida de sua infância, as coisas de que gostava e as coisas que não suportava, sobre como ele demorou tanto para aprender a apreciar todos os legumes e de como sua mãe ficaria feliz vendo que ele finalmente come como um adulto (ela faleceu em 2011).

Toda vez que eu e o João falamos sobre essas coisas me sinto mais inspirada a cozinhar, e outro dia, quando ele me pediu para fazer almôndegas – um de seus pratos favoritos – eu me lembrei das almôndegas alla Norma do Jamie Oliver e achei que um pouquinho de berinjela não faria mal algum às bolinhas de carne.

Eu amo berinjela, gente. ;)

O molho com a berinjela ficou divino com as almôndegas – o Jamie serve as dele com polenta, mas com esse calor dos infernos eu fui de espaguete e um pouco de pão para limpar aquele molhinho que sobra no prato: uma refeição simples, porém deliciosa e que posso repetir a qualquer momento com as almôndegas que tenho no freezer.

Almôndegas alla Norma
um tiquinho adaptadas do sempre delicioso Save with Jamie: Shop Smart, Cook Clever, Waste Less (para quem preferir, o livro já foi traduzido para o português!)

Almôndegas – receita aqui

Molho:
1 berinjela grande
azeite de oliva
2 dentes de alho picadinhos
2 colheres (sopa) de molho de pimenta doce (sweet chili sauce, vocês encontram em alguns supermercados e na Liberdade)
2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
1 lata de 400g de tomates pelados picados
sal e pimenta do reino moída na hora
1 punhado de manjericão fresco

Corte a berinjela em cubinhos de 1,5cm, tempere com sal e coloque em um escorredor. Reserve por 15 minutos.

Preaqueça o forno a 200°C. Forre uma assadeira rasa com uma camada dupla de papel alumínio e pincele-o com azeite ou óleo. Arrume as almôndegas sobre o papel e asse por cerca de 30 minutos ou até que estejam cozidas por dentro – asse quantas quiser, a receita rende aproximadamente 25 almôndegas. Você pode congelar o restante por até 2 meses e assá-las direto do freezer quando quiser.

Enquanto as almôndegas assam, continue com o molho: aperte porções da berinjela com as mãos para retirar o excesso de líquido. Aqueça um pouquinho de azeite em uma panela média em fogo médio e junte a berinjela, mexendo ocasionalmente e refogando até dourar, cerca de 10 minutos. Junte o alho e refogue até perfumar. Acrescente o molho de pimenta doce e o balsâmico, junte o tomate pelado e 3 colheres (sopa) de água. Tempere com sal e pimenta do reino, abaixe o fogo e cozinhe por 10-15 minutos, mexendo ocasionalmente, ou até o molho engrossar. Junte o manjericão e retire do fogo.

Junte as almôndegas e sirva imediatamente.

Rend.: 4 porções

Related Posts with Thumbnails